fundo parallax

O CIDEMA credencia mais um estabelecimento ao SISTEMA BRASILEIRO DE INSPEÇÃO SISBI-POA

Município de Xanxerê debate adesão ao Sisbi – POA através do Cidema
11 de maio de 2020

O Estabelecimento Granja São Luis, de propriedade do Sr. Leonardo Luiz Cella e classificada como Unidade de Beneficiamento de Ovos e Derivados, é o mais recente estabelecimento a aderir ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Localizada no interior de Caxambu do Sul/SC, município pertencente ao Consórcio Intermunicipal do Desenvolvimento Econômico, Social e do Meio Ambiente – CIDEMA, a empresa está habilitada para comercializar seus produtos em todo o território nacional.

O Programa do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (PROSUASA), criado em 2012 pelo CIDEMA, é responsável pela regulação e orientação dos produtores e das agroindústrias de cada município consorciado com objetivo de fortalecer ainda mais as Secretarias de Agricultura e potencializar o retorno econômico e a geração de empregos nos municípios. Em contrapartida, os municípios oferecem os profissionais para as inspeções e fiscalização.

O Gerente de Programa e Médico Veterinário do CIDEMA, Alan Dinis Michels, comenta que Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI/POA) tem por objetivo harmonizar e padronizar os procedimentos de inspeção e fiscalização dos produtos de origem animal em todo o país.

 O MAPA, por meio do Serviço de Inspeção Federal (SIF), é o órgão coordenador do sistema. A adesão dos serviços de inspeção dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e consórcios de Municípios ao SISBI/POA é voluntária e concedida pelo órgão coordenador mediante comprovação de equivalência entre o serviço solicitante e o SIF. São os sistemas integrantes do SUASA que têm por objetivo inspecionar e fiscalizar os produtos de origem animal e vegetal.

O Diretor Executivo  do CIDEMA, Morciel de Araújo Faraum, enfatiza a oportunidade de acesso a novos mercados dos estabelecimentos credenciados. Também destaca a agregação de valor sobre os produtos, a garantia de maior segurança alimentar ao consumidor final e a promoção do desenvolvimento local e a inclusão social em todo o País. É importante ressaltar que o AGRONEGÓCIO é uma atividade essencial, e neste contexto, o CIDEMA está totalmente envolvido na viabilidade das agroindústrias, principalmente nos Municípios vinculados a região da AMOSC. Não podemos deixar de ressaltar que vivemos um momento difícil diante da pandemia do novo Coronavírus-Covid-19, e devemos nos proteger e, se possível, ficar em casa.

O CIDEMA parabeniza o Estabelecimento Granja São Luis e o município de Caxambu do Sul pela conquista, juntamente com o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), coordenado pela Médica Veterinária Claudia Marta Coradi

HISTÓRICO DA ADESÃO DO CONSÓRCIO CIDEMA AO SISBI-POA

Em janeiro de 2015, foi publicada no Diário Oficial da União a Portaria nº 1, de janeiro de 2015, que reconhece a equivalência dos serviços do CIDEMA e dos municípios consorciados, para a adesão ao SISBI-POA.

ESTABELECIMENTOS CREDENCIADOS

Também fazem parte da adesão ao SISBI-POA, nas Secretarias de Agricultura dos Municípios consorciados, os seguintes estabelecimentos:

– Granja Schwendler (SIEME OVOS) de São Carlos;

– Nova Iatberaba Alimentos LTDA-ME (BOFF BURGER) de Coronel Freitas;

– Razão Social Eduardo Breansini (OVOS BENTO) de Cordilheira Alta;

– Unidade de Extração e Beneficiamento de Mel da Associação dos Apicultores e Meliponicultores de Quilombo (QUI MEL);

– Matadouro de aves (FRIGORÍFICO DREHMER) no município de Sul Brasil;

– Fábrica de Laticínios (SANTI’LAC) no município de Santiago do Sul;

– Abatedouro Frigorífico de codornas (GOOD ALIMENTOS) de Coronel Freitas.

– OVOS DIDO de Cordilheira Alta